MOMENTO "80 MÚSICAS DOS ANOS 1980"

 

"E, dentro do meu peito,
Não tem jeito: bate paixão.
São dez pra eu ficar louca,
Daqui a pouco posso pirar! Uau!

E, no balanço das horas, tudo pode mudar!
E, no balanço das horas, tudo pode mudar!

Eu acho que ele não vem (não, não, não, não)
Ele não vem, não (não, não, não, não)
Ou será que virá?"

"Tudo pode mudar", Metrô (1984)

Festa 80 MÚSICAS DOS ANOS 1980 - PARTE IV
Com a noite de autógrafos do 
Almanaque Anos 80, com a presença da co-autora do livro, Mariana Claudino!
Dia 23 de julho, no Parahyba Café.
Das 20h30 às 21h30, entrada franca. A partir das 21h30, ingressos a R$ 3.

MOMENTO "80 MÚSICAS DOS ANOS 1980"

 

"Tonight I gotta cut
Loose, footloose.
Kick off your Sunday shoes.
Please, Louise,
Pull me offa my knees.
Jack, get back,
C'mon before we crack.
Lose your blues,
Everybody cut footloose!"

"Footloose", Kenny Loggins (1984)

Festa 80 MÚSICAS DOS ANOS 1980 - PARTE IV
Com a presença de Mariana Claudino, co-autora do 
Almanaque Anos 80! Dia 23 de julho, no Parahyba Café.

HÁBITOS NOVOS

A primeira é da camaradagem: o amigo Daslei, que segue firme na Liga dos Não-Canalhas Nada Extraordinários Mas Boas Praças (ouvimos dizer que tem mais uns dois lá pros lados de Minas), está com um blog. E o rapaz está aplicando toda sua verve lá: Usando o Caos para Chegar à Ordem (esse "a" tem crase, Daslei...).

Através dele, descobri um blog imperdível sobre jornalismo: o Xingatório da Imprensa. O nome, evidentemente, já diz tudo. Como membro da classe e, portanto, alvo de tomates do dito blog afirmo que não parei de ler desde que deitei os olhos em cima. Destaque: a manchete esportiva da Folha: "Atlético-PR encara  resgate a jato por feito". Decifra-me ou te goleio.

E através do Xingatório, outro imperdível pra mim, por razões sentimentais. O Avenida Brasil é um desabafo do além sobre a situação preta pela qual está passando o querido JB. Prova disso é o fato de todo esse lamaçal do mensalão ter sido denunciado pelo jornal há nove meses (!) e ninguém ter sequer dado bola... Triste. Melhor: tragicômico.

MOMENTO "80 MÚSICAS DOS ANOS 1980"

"Eu aprendi, a vida e um jogo:
Cada um por si e Deus contra todos.
Você vai morrer e não vai pro céu!
É bom aprender: a vida e cruel!

Homem primata! Capitalismo selvagem, o o o
Homem primata! Capitalismo selvagem, o o o"

"Homem primata", Titãs (1986)

 Festa 80 MÚSICAS DOS ANOS 1980 - PARTE IV
Com a presença de Mariana Claudino, co-autora do 
Almanaque Anos 80! Dia 23 de julho, no Parahyba Café.

CRÍTICA/ MADAGASCAR

Madagascar Madagascar

Perdidos na selva 

A idéia é muito boa: animais selvagens criados num zoólogico que, por acaso, vão parar no meio da selva e precisam se readaptar. Novo desenho animado em computação da Dreamworks, Madagascar (Madagascar, EUA, 2005) é bem melhor que o anterior O Espanta-Tubarões (2004). Não se compara a Shrek 2 (2004), embora os defeitos de um sejam as qualidade do outro.

As piadas de Madagascar funcionam muito bem, mas principalmente na primeira parte: o filme não tem medo de brincar com o absurdo, mostrando os animais nas ruas de Nova York. Na África, o quarteto urbano - um leão, uma zebra, uma girafa e um hipopótamo fêmea - passa mais tempo se recusando a qualquer tentativa de integração e o filme acaba deixando passar boas possibilidades.

Mas o principal problema é o mesmo de vários outros longas de animação da Dreamworks: o excesso de citações pop, que quase transformam Madagascar num jogo de “adivinhe qual é o filme”. De Os Embalos de Sábado à Noite (1977) a A História de Elza (1966), o filme não perde uma oportunidade de fazer uma referência na trilha, em um diálogo ou nas cenas.

Mas há um ponto no filme que é riso garantido: os pingüins que se comportam como militares de filmes como Os Doze Condenados (1967). A certa altura eles desaparecem e você fica torcendo para que voltem. Sorte de Madagascar que eles acabam voltando. (Renato Félix)

Madagascar. Madagascar. Estados Unidos, 2005.  ***1/2  Direção: Eric Darnell, Tom McGrath. Vozes na dublagem brasileira: Alexandre Moreno, Felipe Grinnan, Ricardo Juarez, Heloísa Périssé.

[ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, JOAO PESSOA, Homem, de 26 a 35 anos, Portuguese, Spanish
MSN - renatofelix2002@hotmail.com